26/jun/2016 por

Stupid White What?

Imagem: Al Jazeera

Imagem: Al Jazeera

O livro chamado Stupid White Men foi escrito por Michael Moore em 2001. Suas primeiro 5 páginas abordam como é difícil publicar um livro que critica o governo norte-americano. O ponto principal do Moore nesse trecho é mostrar que os americanos não podem ver claramente o que o governo estava fazendo contra a sociedade e como a mídia trabalhou junto nessa tentativa. Além disso, ele argumentou que havia um apagão da mídia, uma situação na qual a mídia local não queria publicar ou mesmo falar sobre seu livro, usando argumentos podres para tentar esconder o motivo real pelo qual eles não quiseram publicar um livro criticando o governo norte-americano. Então, após um grande esforço, Moore conseguiu publicar seu livro. Seu esforço foi reconhecido pela BBC, Channel Four UK e outras mídias no reino Unido, que produziram o primeiro documentário em série do Moore.

Ainda com foco na introdução e no caso de sucesso do Moore, quando ele conseguiu publicar seu livro e foi capaz de destruir esse tipo de barreira e vender milhares de livros nos Estados Unidos e no exterior. Depois de ser o primeiro colocado canadense, Moore conseguiu alcançar outra meta: “Mas de repente algo estranho aconteceu. Ela tinha acessado amazon.co.uk e havia: “Stupid White Men” no primeiro lugar no Reino Unido. Como pôde? O livro sequer estava a venda. Incapaz de comprar o livro no Reino Unido, os ingleses e irlandeses importaram com um preço bastante elevado.

Ok. Pra ser top de vendas, até mesmo no Reino Unido, isso significa que alguns britânicos gostaram do livro, o compraram, e até mesmo amaram a história que detona esse governo conservador capaz de prejudicar seu próprio povo. Por causa disso, nós construímos o pressuposto que aponta que os britânicos perceberam o quão perigoso é a ala conservadora no comando de um país; surge a simples ideia de que só porque alguns britânicos gostaram desse livro, significa de fato que eles aprenderam como não ser conservador, tendo maior foco num pensamento de comunidade, conforme Moore tentou explicar em seu livro. Certo?

Errado. Talvez, alguns britânicos não tenham calculado como esse livro se aplica na realidade dos próprios britânicos. Eles são incapazes de construir uma ponte do livro com sua realidade ou transpor o contexto norte-americano para seu próprio contexto. Stupid White Men tinha sido vendido em larga escala no Reino Unido tentando explicar o quão perigoso é adotar uma postura conservadora na sociedade. E agora, a maioria dos britânicos está tentando trazer o pensamento conservador e colocá-lo em prática, tentando colocar em prática um velho pensamento de comunidade local ao invés de abraçar a ideia de comunidade global ou ao menos comunidade regional.

Para concluir, talvez alguns britânicos precisem ler esse livro de novo tentando olhar para sua própria realidade e tentando descobrir qual o impacto de uma postura conservadora para e na sociedade.