Periscópio

  • Periscópio

∙ Provocações esparsas
O nome desta seção se presta a homenagear o grande provocador brasileiro Antonio Abujamra. Nas aberturas de Provocações, o apresentador dizia sempre: “Este programa pode não ser uma janela aberta para o mundo, mas é um periscópio sobre o oceano do social.” Aqui, no entanto, a gama de assuntos a ser apresentada será menos abrangente do que o rico universo daquele programa de televisão, centrando-se em temas que não se inserem nas demais seções de O Novelo. Ainda assim, este espaço não deixará de ser um periscópio sobre o oceano do social. Ai de mim!
Imagem: Antonio Abujamra em cena do monólogo O contrabaixo. Autor desconhecido.







Publicações da seção Periscópio





  • Nem Jandira, nem Janaína




    Nem Jandira, nem Janaína


    O aborto é uma realidade no mundo todo, sendo legalizado ou não. No Brasil não é diferente. Várias pesquisas mostram a grande quantidade de ocorrências, e o pior: mortes de mulheres em decorrência de abortos realizados de formas clandestinas e inseguras. É isso que a ilegalidade faz: em nenhum lugar impede que os abortos sejam feitos. Na verdade, só empurra as mulheres para procedimentos inseguros, incorrendo numa quantidade de morte a [...]


    por
  • Sobre a vida cotidiana dos outros




    Sobre a vida cotidiana dos outros


    SOBRE A VIDA COTIDIANA DOS OUTROS (Parte 1) Recebe “benefício” do governo durante um tempo, vai aos poucos conseguindo melhorar a vida. Os filhos pequenos entram na creche em período integral. Com os filhos na creche, consegue um emprego. Tudo bem? Tudo melhorando. Mas daí o benefício é cortado. Apesar da melhoria de vida, ainda era necessário para sobrevivência da família. Mas tudo bem, ainda tem emprego. Tanta gente não tem, nã [...]


    por
  • Esquerda e direita: os limites para a liberdade




    Esquerda e direita: os limites para a liberdade


    "No universo da cultura, o centro está em toda parte”. Esse traço modernista sustenta a torre do relógio, em plena praça do Relógio, na Cidade Universitária da USP, em São Paulo. Não uma ou duas vezes, mas incontáveis vezes, os bancos, o jardim, a torre do relógio, os transeuntes, os pássaros, a chuva, o frio, foram meus companheiros. E, sempre, o universo da cultura esteve presente. Não há centro enquanto o mundo circula ou o ce [...]


    por
  • A controversa hierarquização entre as pautas identitárias e a luta de classes




    A controversa hierarquização entre as pautas identitárias e a luta de classes


    Em algum momento da história percebemos e teorizamos que éramos trabalhadores explorados pelo sistema capitalista. Mas homens e mulheres eram explorados da mesma forma? Não. Em algum momento da história homens e mulheres negras se perguntaram sobre a forma de exploração que viviam. Ela se dava da mesma forma para brancos? Não, principalmente quando pensamos nos países que utilizaram mão de obra escrava oriunda do continente Africano. [...]


    por
  • Lovelace e a cultura do estupro




    Lovelace e a cultura do estupro


    Mal havia me recuperado das abobrinhas que inundaram o dia da mulher de tristeza e revolta  quando assisti Lovelace. Resultado: muito choro e muita reflexão. Apesar da gente falar sobre cultura do estupro, patriarcado e misoginia o dia inteiro, ter nossa realidade jogada assim na nossa cara e perceber o quanto isso influenciou nossas vidas é doloroso demais.  Ao mesmo tempo, nos faz querer ainda mais acabar com tudo isso de uma vez. **A [...]


    por
  • O dia das mulheres no ambiente de trabalho




    O dia das mulheres no ambiente de trabalho


    Março, o mês da mulher, chegou. Com ele, vieram as várias demonstrações de como a mulher é importante, bonita, amorosa, delicada, carinhosa, sensível, vaidosa, MÃE, boa cuidadora dos filhos, pais, maridos. MASOQUÊ???!!!! Março: o mês que tem aquele dia especial em que o seu chefe, dono da empresa e colegas de trabalho vão se reunir para fazer uma bela homenagem para você, mulher. Vão te dizer como você é importante com as suas [...]


    por
  • #VaiTerMaeNaUniversidadeSim!




    #VaiTerMaeNaUniversidadeSim!


    Essa semana me deparei com uma notícia de que um professor havia expulsado uma estudante porque ela estava com seu filho nas aulas. Também li um texto imenso (bláh!) desse professor, dizendo que era tudo mentira e afirmando com o rigor da ciência que crianças não deveriam permanecer nas suas aulas porque o conteúdo delas é impróprio, ok, toda história tem dois lados. Há um tempo, também vi viralizar um vídeo em que o professor “ [...]


    por
  • THINK BIG! Brevíssima reflexão sobre a história da força de trabalho




    THINK BIG! Brevíssima reflexão sobre a história da força de trabalho


    Artesão, exercia seu ofício e dependia de suas habilidades criativas e manuais. De artesão, se tornou trabalhador – passou a trocar sua força de trabalho por salário. De trabalhador, se tornou funcionário – passou a ter função, como uma engrenagem na máquina organizacional. De funcionário, se tornou colaborador – passou a auxiliar, vestindo a camisa da empresa, para o desenvolvimento organizacional e a saúde de toda a firma. [...]


    por
  • Mente fechada é um discurso que não me convém!




    Mente fechada é um discurso que não me convém!


    Abra teus olhos, entenda que o mundo não pode te alienar desse jeito, reflita sobre sua realidade e indague-se: Ela é justa? Provavelmente, não! Há uma mão tampando sua visão e uma voz suave que lhe pergunta: Quem é? Isso não te parece assustador, mas acredite, meu caro, é! Estão brincando contigo, mas não são seus amigos, talvez nem eu seja, porém, te falo a verdade, te mostro a verdade e isso é o melhor que eu posso fazer pa [...]


    por
  • “Caso todas as variáveis se comportem dentro do previsto, é certo que…”




    “Caso todas as variáveis se comportem dentro do previsto, é certo que…”


    "...Ceteris paribus"-- expressão favorita utilizada por muitos economistas que acreditam piamente na ideia que a Economia é uma ciência infalível, do tipo lógico/cartesiana — e não humana, empírica, incompleta e falha. A esses ocorre frequentemente de divulgarem suas "previsões" por motivos escusos, tipo desonestidade intelectual e reprodução do adestramento coletivo; também por limitações que tenham a ver com falhas de carát [...]


    por