Palavra

  • Palavra

∙ Poesias, contos, crônicas, ensaios e biografias
Este é o espaço reservado à estética da linguagem, onde serão apresentadas obras de variados gêneros da arte literária e notas biográficas sobre autores nacionais ou estrangeiros consagrados ou esquecidos. Sobretudo, a seção convida novos (es)cultores das letras a submeterem à equipe editorial trabalhos autorais próprios. A palavra encanta e também desafia o escritor a travar luta com ela. Drummond, exímio lutador, certa feita aceitou e venceu o desafio escrevendo: “Palavra, palavra / (digo exasperado) / se me desafias, / aceito o combate” (trecho do poema “O lutador”, constante do livro José, de 1942).
Imagem: Carlos Drummond de Andrade por ele mesmo.







Publicações da seção





  • Ubuntu




    Ubuntu


    Eu sou Ubuntu Sou solidariedade Eu sou cooperação Sou generosidade   Eu sou Ubuntu Sou humanidade Eu sou compaixão Sou afetividade   Eu sou Ubuntu Sou fraternidade Eu sou comunhão Sou caridade   Eu sou união Eu sou o que sou pelo que nós somos! Eu sou porque nós somos! Eu sou Ubuntu. ... Acompanhe as publicações e curta a página d’O Novelo no Facebook aqui [...]


    por
  • Das havaianas até aqui.




    Das havaianas até aqui.


    Tempos atrás, uma aluna me disse: “você faz diferente onde muitos são iguais”. Isso me marcou tanto a ponto de me pôr em reflexão e angústia, pois, afinal, o que de tão diferente eu faço assim? Buscando entender melhor isso, comecei a pensar e a reviver vários momentos nos quais fui me construindo e, claro, desconstruindo ao longo da coisa louca, maravilhosa, decepcionante, emocionante, eletrizante que é lecionar. Mais do que nun [...]


    por
  • Educação entorpecida




    Educação entorpecida


    O desastre vindo E você mudo seguindo. Cego e solidário Como um bom otário! Pensa que está com tudo Porque já tem seu canudo Teve dinheiro pro estudo Taca hora na criança Mata seu tempo de infância Taca hora no adolescente Português e matemática São os entorpecentes! Para que filosofia? Isso é muita regalia. Sociologia é um adendo Quero ver pobre se entorpecendo! Vamos lá povo gentil Que odeia estar no Br [...]


    por
  • uma despedida (não censurada)




    uma despedida (não censurada)


    faz tempo eu preciso escrever um texto, faz tempo eu tento. fazia tempo, também, que eu não sentia o ímpeto do texto-sentimento, que é meu cartão de visitas - das palavras que me cabem e das que não cabem. meu corpo vibra emoções espalhadas e de vez em quando eu não tenho outra forma de respirar que não seja te transformar em palavra escrita. acima dos cacos de vidro do chão do mundo e das andanças de marcha ré da humanidade, minh [...]


    por
  • Quanto mais nos arrebentamos, mais nos reinventamos!




    Quanto mais nos arrebentamos, mais nos reinventamos!


    Vamos abastecer o ventre com amor, esse alimento será o nosso combustível para seguir adiante. Já alimentados, poderemos ir sempre em frente, que não nos falte o alimento que fortalece a nossa alma e coração. Às vezes estamos vulneráveis, vivemos o agora, o hoje, e não conseguimos enxergar a real situação. Aprender com os erros é a melhor opção. Sofremos por antecipação dos fatos. Simplesmente, por nos cobrarmos um alto padrão [...]


    por
  • O preço da vitória




    O preço da vitória


    Depois de tanto tempo penando na vida chega aquele dia que pode-se olhar para trás e dizer-se vencedora. Venci muita coisa que achei que nem conseguiria. E passei por várias coisas que achei que a vida foi injusta e desnecessária. As pessoas batem em minhas costas e me parabenizam pelo que sou hoje, mas eles filtram a minha trajetória para me colocar em um pedestal heroico que nunca quis. Eu nunca quis ser exemplo vencer, nunca quis ser o [...]


    por
  • E ela fez




    E ela fez


    E ela fez-se sorriso. Pela primeira vez a mente estava solta, permitindo-se acolher todo o mundo que se desdobrava frente a ela. O mundo que ela parou de temer, de fugir, de se esquivar. Ela simplesmente acolheu. O sentido que ela nunca encontrou no seu sofrimento acabou, e ela pôde perceber que ela podia tudo. E isso realmente quer dizer tudo. Esse outro mundo que faz parte dela e que, ao mesmo tempo, é ela. É ela, e ela é tudo. Nada pode [...]


    por
  • Pai de família




    Pai de família


    Homem de fé, vai à missa aos domingos pela manhã. Ajoelha-se no rito da consagração da Eucaristia, comunga e suspira de alívio quando o padre diz: -Ide em paz. Passa rente aos homens e cães que, deitados no portão da paróquia, lhe suplicam qualquer coisinha. Cidadão de princípios, pauta sua conduta pela Bíblia, mas se esquece de que é errado levantar falso testemunho. Não leva isso em conta na hora de compartilhar postagens (é v [...]


    por
  • Manifesto pela Esperança




    Manifesto pela Esperança


    Em tempos de apatia, eu sou empatia.   Ingênuo? Talvez. Passo a vez!   De tempos em tempos, é preciso o revés.   Impreciso é. Da sua insensatez não sou freguês.   Malas, áudios e nada que nos toque.   Se toque!   Grana é grama. Nesse pasto sou anta.   Ama. E não se engana. Essa paz emana.   Em tempos de ódio, eu sou mais um. Só mais um: um nó, [...]


    por
  • O triunfo dos idiotas




    O triunfo dos idiotas


    Pode parecer batido, mas inicio o texto citando o filósofo Sócrates: "Inteligente é aquele que sabe que não sabe". Não há nada mais prazeroso nessa vida do que sentir aquela parede da mente vir abaixo quando se aprende algo novo. Não há nada mais assombroso, porém, do que perceber que cada conhecimento adquirido nos dá a noção do tamanho de nossa ignorância. Não faz tanto tempo, as pessoas não emitiam nenhum juízo sobre aquil [...]


    por