Banquete

  • Banquete

∙ Teatro, música, cinema e artes em geral
O título desta seção provém da lembrança do livro O Banquete de Platão. Nessa obra há diálogos em torno de Eros, o que provoca os convivas a tecerem considerações a respeito do amor, da amizade e, entre outras coisas, da beleza. Aqui se pretende estar próximo desta última questão, com teatro, música, cinema e outros ramos artísticos. Afinal, arte é expressão de beleza; como disse Oscar Wilde, “o artista é o criador de coisas belas”. E o que a gente faz diante das obras artísticas? Aprecia, saboreia, deleita, rumina. Portanto, este espaço será uma espécie de banquete, repleto de aperitivos e, quem sabe, dotado de pratos cheios de beleza, mas jamais farto, porque a arte nunca é o bastante.
Imagem: foto de cena da peça O Banquete, realizada no Teatro Oficina de José Celso Martinez. Autor desconhecido.







Publicações da seção





  • O Rock n’ Roll envelheceu?




    O Rock n’ Roll envelheceu?


    O ritmo musical que mudou os padrões sociais, políticos, sexuais e comportamentais parece ter perdido sua potência revolucionária e transformadora, ter virado um clube para pessoas de meia idade e com certa arrogância em relação a outros tipos de gêneros musicais como funk e rap. Quando surgiu, no início da década de 1950, o Rock modificou a juventude nascida no “baby boom”, ocorrido depois da Segunda Guerra Mundial. Sua mensagem [...]


    por
  • Coração nas mãos, e mãos ocupadas: um manifesto pelo uso das técnicas manuais para criar arte com linha e agulha, desatar a criatividade e se expressar*




    Coração nas mãos, e mãos ocupadas: um manifesto pelo uso das técnicas manuais para criar arte com linha e agulha, desatar a criatividade e se expressar*


    Bordar, costurar, tricotar, pintar, crochetar. Até pouco tempo atrás, essas atividades faziam parte da cartilha da mulher prendada – nem sempre emancipada. Como mulher do meu tempo, reneguei as manualidades em função da tecnologia e da “vida corrida”. Mas, ao olhar todos os dias para telas e mais telas, vi que estava longe de mim mesma, dando likes passivamente. Alguns desses likes foram capazes de aproximar outras mulheres, render c [...]


    por
  • Todas as mulheres são belas




    Todas as mulheres são belas


    [embed]https://www.youtube.com/watch?v=UVU5lB1_Tdg[/embed] "Todas as mulheres são belas" Todas as mulheres são belas Vermelhas, negras, brancas, ruivas, pardas, mamelucas, amarelas. Todas as mulheres são belas Vermelhas, negras, brancas, ruivas, pardas, mamelucas, amarelas. Ana, Clareana, Fabiana, Lígia, Léa são belas, cabelo solto, liso, crespo, curto, longo ou preso com fivela. Atrizes, meretrizes, de salto ou de chin [...]


    por
  • Os Saltimbancos ou A Revolução dos Bichos Brasileiros




    Os Saltimbancos ou A Revolução dos Bichos Brasileiros


    [caption id="attachment_1605" align="aligncenter" width="464"] Os Saltimbancos[/caption] Quando era pequena e ouvia Nara, Miúcha e Chico (que depois vieram a se tornar nomes de meus gatos) cantando Os Saltimbancos, não tinha ideia da complexidade dos temas abordados nas canções. Os Saltimbancos, espetáculo músico-teatral visando o público infantil,  teve sua estreia no Rio de Janeiro, em agosto de 1977. Trata-se da história de quatro a [...]


    por
  • Maria Invisível




    Maria Invisível


    https://www.youtube.com/watch?v=y7sJ5qcB3BY&feature=youtu.be Paula Cavalciuk é cantora, compositora, tocadora de kazoo, gaita, violão sem corda e latinha de nescau. Arteira, desenha um bocado e produz artesanalmente fanzines com suas músicas e mensagens feministas. É voluntária nos programas de empoderamento de meninas e mulheres, Girls Rock Camp, Ladies Rock Camp e Viva Meninas. No final do ano passado lançou o EP "Mapeia", caindo na e [...]


    por
  • Trilogia do deslumbramento




    Trilogia do deslumbramento


    O poeta-músico Paulo César Pinheiro chamou de Trilogia do Alumbramento um dos conjuntos de canções que fez em parceria com João Nogueira e que compõe, individualmente, três obras primas da música brasileira: Súplica, O Poder da Criação e Minha Missão. Sobre elas, o próprio compositor explicou respectivamente o seguinte: “Uma era um pedido, um rogo, uma prece aos deuses da Música suplicando que não me faltasse jamais a i [...]


    por
  • Das fitas cassetes




    Das fitas cassetes


    Recordo-me dos tempos da fitas cassete. Ao contrário dos vinis, não conheço ninguém com saudade das fitas cassetes. Mas tenho carinho especial por algumas: guardo comigo, por exemplo, “Os Grandes Sucessos de Raul Seixas”, álbum dos mais marcantes na minha vida. Obrigado, meu pai, por me apresentar esse mestre baiano. Todo mundo tem o seu museu: essa fita do Raul Seixas é um item raro do meu acervo. Naquele tempo eu ainda não tinha c [...]


    por