Marcos Melo


    Marcos Melo
    Cientista social formado pela Universidade Estadual de Londrina, professor de Sociologia pela rede estadual do Paraná, músico , caiçara, e péssimo em se definir.




    Postagens de Marcos Melo:



    • O rascunho democrático III – O Iluminismo de lumieiro.



      O Rascunho democrático 3 - O Iluminismo de lumieiro. O rascunho democrático também tem verso, como todo bom rascunho, tentamos passar a limpo e acabamos alterando coisas que viram remendos toscos da própria obra. Como já dito anteriormente nesta série, alguns setores da sociedade já vivem um "clima" de Estado de exceção; certas polarizações sem críticas internas severas e capacidade de ouvir as externas como algo do campo p [...]



      Leia mais


    • Patologias psiquiátricas da política contemporânea.



      Epílogo Não seria possível começar este texto sem pedir licença aos profissionais da psicologia e psiquiatria pela analogia abordada aqui, e não é minha intenção criar ou deturpar fenômenos estudados e comprovados. Não levem a sério, mas não interpretem apenas como uma piada. TOMO I O Transtorno Repulsivo Compulsivo (TRC). As condições psiquiátricas aqui trabalhadas surgem de um mesmo fenômeno psicossocial, a repulsa por qu [...]



      Leia mais


    • O rascunho democrático (parte II)



      Certa vez, neste mesmo local, publiquei um texto comentando o processo de impeachment da Dilma e como as pessoas estavam debatendo o ideal democrático, tanto por parte dos apoiadores quanto dos contrários ao ocorrido. Nesta situação, tentei expor que esse ideário democrático da discussão existia majoritariamente enquanto preocupação da classe média, em ambos os lados. A democracia brasileira é apenas um rascunho democrático, como d [...]



      Leia mais


    • A consciência é negra



      Algum tempo atrás, rolava aí pela internet uma campanha que dizia "Não é sobre vocês" e propunha a discussão acerca do debate étnico-racial no Brasil; nesta campanha, a ideia era dizer que os conceitos, políticas públicas, campanhas, entre outras coisas, não diziam respeito à população branca, logo, não precisaríamos do consentimento destes ou aval para realizar tais ações. Pois bem, quero debater a "Consciência Negra", atent [...]



      Leia mais


    • Livrai-nos da culpa: a oração do professor.



      As pessoas que não deram uma passeada em outros lugares do globo ou regiões da galáxia nos últimos meses devem ter se deparado com as inúmeras polêmicas acerca de atividades educacionais e culturais em nosso país. Vale lembrar que hoje em dia o Brasil está muito parecido com o "mundo invertido" da série Stranger Things. Vamos aos motivos: temos movimento de "vanguarda que pede retrocesso", estado laico com cultos religiosos em câmaras [...]



      Leia mais


    • Inocência, probabilidade e boa sorte.



      1 O dia estava nublado, isso era bem comum nessa época do ano,  as formigas não se importavam muito com isso pois pensavam apenas em como iriam dar um jeito de juntar todas aquelas coisas antes do fim do dia e em como passariam desapercebidas por aqueles dois gigantes que faziam um barulho danado em cima delas. Por acaso, o primeiro gigante conversava com o segundo sobre a organização das formigas e a incrível habilidade, notada por [...]



      Leia mais


    • Meu nome é Enéas.



      Antes de começar, preciso fazer uma ressalva. Se você chegou até aqui por conta do Enéas, PARE, leia meus outros textos. Você pode gostar, desgostar, criticar, elogiar, mas faça com sinceridade e argumentos... Minha única exigência. Prontos? Muito se fala sobre a existência "mitológica" de um tal deputado chamado Jair Bolsonaro, pra que fique mais claro, questiono a mitologia e não a existência, uma vez que a internet é a terra [...]



      Leia mais


    • Não sou metade de você…



      Deu meia-noite, já não é mais sexta, é um dia novo, várias coisas novas vem com esse dia e é bom que nos acostumemos com isso. As dores do ventre lhe contorcem, a respiração lhe falta, lhe sobra, lhe falta novamente e é neste ciclo de vai e vem que começo a perceber o quanto me falta e o quanto lhe sobra. Acompanho esta dança de vocês querendo poder fazer mais, sentir mais, em meu interior percebo a grandiosidade deste ato e [...]



      Leia mais


    • O rascunho democrático



      Do que seriam os livros feitos, senão de rascunhos? Tenho dó dos rascunhos, fico me imaginando por que acabamos por não valorizar quem ali estava de peito aberto, com garra e determinação em prol da obra que estava por vir; é uma pena o que fazemos com estas pobres almas, tão maltratadas e tão necessárias. Nestes dias que se passaram, acabamos desprezando mais um rascunho, elemento este que foi escrito com o sangue dos brasileiros co [...]



      Leia mais


    • O duplipensar de Lázaro, o gigante



      Acorda de manhã, beijo na esposa, afago na barriga que carrega a vossa prenda, levanta-te e anda homem! Para não perder o costume, assiste ao jornal matinal se preparando para ir ao trabalho, o que vê? Dengue, Dilma (zica), Zika, 'tá frio', 'tá calor', comentários políticos, operação "qualquer coisa", e tudo o que vê lhe causa angústia, lhe causa uma sensação inexplicável de desespero com os rumos do mundo em que vivemos e, em e [...]



      Leia mais