20/dez/2017 por

A certeza tão incerta do Ser

Dos monstros que habitam em nós

O que é o ser humano? Me diz? O que é essa espécie pensante, rastejante, desordenada, inteligente, amável, sociável, tão cruel…

O que é o ser humano? Me diz? O que é essa criatura, egoísta, solidária, alegre, depressiva, corrosiva, corrompível, decadente, evolutiva…

O que é o ser humano? Me diz? O que é isso dito humanidade, preconceito, desigualdade, união, catástrofes, ódio, amor…

O que é o ser humano? Me diz? Essa coisa, essa interrogação, essa partícula, Essa estranheza tão estranha…

O que é o ser humano? Me diz? Da onde veio, sua função, para onde vai, cérebro, alma, coração…

O que é o ser humano? Me diz? É tão difícil assim, amar outro ser humano, com humildade de que, mesmo não sabendo e de fato não descobriremos, o mistério que nos faz  Humanos,  amar um outro ser humano, e ser feliz…

Me diz?

… Assim estabelece o pensamento de que, sim, a Humanidade é a destruição e a própria salvação, ainda que seja desconhecido toda a sua real função, e, encobertos por todo esse mistério, somos capazes de dizer quem somos, sendo nós uma constante transformação?

… O que é o ser humano? Me diz? Se pensamos, e se podemos ser livres para pensar, prefiro pensar, que ao contrário dos pensamentos que muitos têm, dizendo ser nada o então ser humano, que não, o ser humano existe, e por existir, não pode ser nada, assim sendo algo, pode ser aquilo que quiser, ser muito mais, ser, Humano…  E o que é o ser Humano? Me diz?

Imagem: Thais Válio – Dos Monstros que Habitam em Nós (2017)

Acompanhe as publicações e curta a página d’O Novelo no Facebook aqui