07/nov/2016 por

floral_2013_by_zampedroni-d69w0nn

O mundo… O mundo…

Ai! As coisas que encontramos

Aqui: vinho, trigo e água;

Homens & mulheres.

 

A insistência pelos corpos humanos:

pêlos, escorrimento, ânus, doenças, etc,.

Um labirinto no qual eu te encontrei, bela!,

fumando cigarros de diamante.

 

A arte circulando entre os corpos físicos,

eu me reinventando diante do seu julgamento.

Aproximando-me, no seio da conversa, de ti;

flores abstratas, sementes mastigadas, velas e fogo.

 

VYN SYMBOLISE NOS DÉSIRS ET NOTRE SECRET

 

Uma taça feita de um crânio humano,

derramando vinho, por toda

parte; na banheira os anjos se deleitam,

felizes, com a superabundância que os cercam.

 

O prazer acima dos deuses e dos homens.

 

Não podemos deixar de esquecer o mundo,

todo o mundo, passado, presente e futuro;

Os nomes das pessoas, sonhos & lembranças,

tudo que já não está aqui; o Ideal e o Real.

 

Castelos da Idade Média, ascetas & haxixe

viajantes embriagados, música egípcia

Caravelas, um grupo de pessoas dançando

em alto mar, amantes transando às escondidas.

 

JE VEUX VOIR LE FIN DE LA NUIT AVEC VOUS.

Imagem: Zampedroni

Acompanhe as publicações e curta a página d’O Novelo no Facebook aqui